RN tem o maior aumento semanal no preço do etano, diz ANP

O Rio Grande do Norte teve o maior aumento no preço do etano hidratado nesta semana, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Outros nove estados registraram aumento, enquanto em 14 estados e no Distrito Federal houve queda nos preços e em Roraima a cotação mostrou estabilidade. Não houve cotação no Amapá.

Segundo a ANP, o RN teve aumento de 0,84% nos preços, porém o estado com maior preço médio é o Acre, onde o etanol é vendido a R$ 3,056 o litro. Na média, o menor preço foi de R$ 2,007 o litro, em São Paulo.

O maior recuo de preços foi visto em Alagoas (2,14%). No mês, a maior alta foi registrada em Rondônia (1,44%) e a maior queda, em Goiás (4 21%).

Competitividade

Pela sexta semana consecutiva, o etanol permaneceu competitivo em Goiás, no Mato Grosso, no Mato Grosso do Sul, em Minas Gerais no Paraná e em São Paulo, mostram dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE-Taxas. Nos demais e no Distrito Federal a gasolina permaneceu mais competitiva. A ANP não fez essa análise para o Amapá nesta semana.

Segundo o levantamento, o etanol equivale a 65,72% do preço da gasolina em Goiás. No Mato Grosso, a relação está em 61,95%; no Mato Grosso do Sul, 69,66%; em Minas Gerais, em 66,85%; no Paraná, em 67,22%; e em São Paulo, em 64,04%. A gasolina está mais vantajosa principalmente em Roraima, onde o etanol custa o equivalente a 85,51% do preço da gasolina – a relação é favorável ao biocombustível quando está abaixo de 70%.

O preço médio da gasolina em São Paulo está em R$ 3,134 o litro. Na média da ANP, o preço do etanol no Estado ficou em R$ 2,007 o litro

TN

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*