Reserva da barragem Armando Ribeiro Gonçalves pode acabar no próximo ano

Segundo dados do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), o nível de armazenamento da barragem Armando Ribeiro Gonçalves está em 29,41%. Apesar do baixo índice, a barragem que abastece Mossoró, e outros municipios, tem autonomia de reserva que deve se manter até o fim do próximo ano, mesmo que as chuvas deste ano fiquem abaixo da média.
Desta forma,a cidade de Mossoró estaria livre do fantasma do racionamento por mais de um ano.
O secretário estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Mairton França, explica que o volume da barragem Armando Ribeiro é suficiente para abastecer Mossoró até 2016. “Mesmo que não haja chuvas dentro da média, o atual volume de água na barragem conseguirá garantir a oferta de água satisfatória em Mossoró”, garante.
A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) reforça a previsão do secretário estadual. A empresa explica que apenas 30% do abastecimento de água de Mossoró vem da adutora Jerônimo Rosado, que recebe água da barragem Armando Ribeiro. Os 70% do abastecimento são feitos por poços artesianos.
De acordo com a Caern, os poços apresentam nível de água suficiente para os próximos 24 meses. O gerente regional da Caern, Neilton Barreto, informou que as equipes da companhia têm acompanhado o volume dos lençóis freáticos e o volume de chuvas com atenção para evitar o desabastecimento.
Mairton França ressalta que apesar de Mossoró estar fora da lista das cidades com risco de racionamento de água, é importante o apoio da população para evitar que a água falte nos próximos anos.
“Mesmo que o nível da barragem Armando Ribeiro assegure o abastecimento de água em Mossoró até 2016, é fundamental que a população utilize a água de maneira racional, evitando o desperdício”, orienta o secretário.

Cidades do RN enfrentam colapso no abastecimento de água

Diferente de Mossoró, pelo menos 10 cidades do Rio Grande do Norte não estão em situação tão confortável. Por causa do baixo índice de volume de água nos principais reservatórios do Estado, a Caern adotou o sistema de rodízio de abastecimento para evitar a falta total de água nos municípios.
“A Caern conta 10 municípios que estão em colapso por falta de água, mas na realidade são 11, pois Alexandria faz parte da lista, no entanto, o município tem um serviço próprio de abastecimento”, explica o secretário Mairton França.
O titular da pasta explica que o governo estadual vem buscando o apoio do Governo Federal para ampliar a operação carro-pipa para os municípios que estão sem água suficiente para atender a população. Além disso, o Estado está estudando alternativas para minimizar os transtornos ocasionados pela falta de água.

Cota de armazenamento (em porcentagem) dos açudes do DNOCS – Estado/ RN, em 4/3/2015:

Açude Flechas (São José da Penha): 16,36%
Açude Pau dos Ferros (Pau dos Ferros): 0,85%
Açude Pilões (Pilões): 0,00%
Açude Riacho da Cruz II (Riacho da Cruz): 61,93%
Açude Sabugi (São João do Sabugi): 11,61%
Açude Armando Ribeiro Gonçalves (Açu): 29,41%

Omossoroense

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*