Procon recolhe cardápios em Natal para evitar preços abusivos na Copa

‘Operação Cardápio’ começa nesta semana. Objetivo é fazer estudo comparativo dos preços praticados antes do Mundial.

O Procon do Rio Grande do Norte inicia esta semana a “Operação Cardápio” que busca evitar a cobrança de preços abusivos durante e após a realização da Copa do Mundo 2014 em Natal. O órgão irá recolher um exemplar do cardápio de bares, restaurantes, boates e afins para realizar um estudo comparativo dos preços praticados antes do Mundial.

“Não podemos continuar a ter, por exemplo, um preço de R$ 6 por um copo d’àgua em Natal. Estaremos de olho monitorando estes preços”, explica Ney Lopes Júnior, coordenador geral do Procon/RN.

Ainda de acordo com o coordenador, a medida não servirá como um tabelamento de preços, mas como controle de abusividade previsto no Código de Defesa do Consumidor. “Não queremos que os nossos turistas passem a taxar Natal como uma cidade cara, com preços exorbitantes. Isto afasta os visitantes, assusta os consumidores locais e prejudica o turismo que é uma das nossas principais fonte de renda. Vamos conversar com os prestadores de serviços e venda de produtos neste sentido e esperamos chegar a um consenso. Ninguém quer prejudicar as empresas que geram emprego e renda na cidade, mas é nossa missão defender o consumidor através do diálogo prévio visando o bem comum”, disse Ney Júnior.

G1

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*