Política de demissões da multinacional Del Monte pode resultar em TAC

melão

IPANGUAÇU – Conforme palavras do presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Ipanguaçu, João Batista Moura de Oliveira, “João das Peças”, a audiência desta quinta-feira, na representação da Procuradoria Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte (PRT/RN), em Mossoró, para discutir as demissões da empresa Del Monte, pode evoluir para a celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).
A discussão é consequência da decisão da multinacional de promover a demissão de funcionários por conta do fim da exportação de seus produtos agrícolas. Executivos da firma consideraram inviável manter a comercialização da produção para fora do país diante das regras de mercado atuais. A partir de agora o foco da empresa será o mercado interno. Isso levou a um redimensionamento de seu quadro de pessoal no Rio Grande do Norte e no Ceará.
Projeta-se que mais de mil colaboradores da Del Monte serão desligados nos dois estados. No Vale do Açu o enxugamento de recursos humanos vem ocorrendo desde o mês de maio deste ano, segundo “João das Peças”. O líder sindical rural declarou que o TAC teria por fim estabelecer princípios e critérios a serem seguidos pela firma para realizar o desligamento de operários assalariados e definir algumas prioridades entre os potenciais demissionários.

PONTOS
“Por exemplo, vamos sugerir que seja dada prioridade à permanência da mulher trabalhadora no emprego e, depois, privilegiar a manutenção dos trabalhadores com maior quantidade de pessoas na família, dentre outros pontos”, exemplificou. O TAC também deverá sugerir o número de demissões por semana a ser formalizada pela Del Monte a fim de evitar a saída em massa de mão de obra rural e, desta forma, provocando um impacto socioeconômico maior.

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*