PMDB tem vários cenários para as eleições do ano que vem

59ea67f3bf876a01a7059baf
PMDB escolheu nova executiva nesta sexta-feira (20) (Foto: Frankie Marcone)

Com 37 anos de criação, o PMDB é um dos partidos de maior expressão entre políticos eleitos no Brasil. Só no Rio Grande do Norte, 44 prefeitos, 27 vice-prefeitos e 293 vereadores fazem parte da sigla. Segundo o deputado federal Walter Alves, há representantes da legenda presentes nos 167 municípios do estado. Garibaldi Alves Filho afirma que atuando enquanto presidente estadual quer o partido se prepare de uma maneira diferente, não só nas participações de campanha, mas no intuito de intensificar os encontros regionais e acionar com mais frequência a Fundação Ulysses Guimarães, entidade ligada ao PMDB para formação política dos cidadãos.

Os “bacuraus” começam então a se preparar para as eleições de 2018 tanto no âmbito nacional como na esfera estadual. Questionado sobre o lançamento de candidatura próprio para a escolha do Governo do RN, o senador Garibaldi afirma que há possíveis quatro nomes que não serão identificados no momento, mas ainda não há nenhuma definição, que só será confirmada se houver uma avaliação das condições reais de ganhar o pleito.

Em relação às especulações realizadas sobre o posicionamento do PMDB em 2018, Alves afirmou que acredita numa coligação com o atual prefeito de Natal, Carlos Eduardo, e o partido representado por ele, o PDT, mas que não houve uma conversa definitiva sobre essa decisão. Ao ser sondado sobre a aliança com a senadora Fátima Bezerra (PT), caso esta dispute o governo, Garibaldi não descarta a possibilidade: “O partido não pode descartar ninguém. Convenhamos que [a aliança com o PT] é uma hipótese, mas é mais remota do que com outras forças políticas”.

Apesar das conturbações políticas, o sentimento otimista para 2018 é expressado por toda comissão executiva estadual do PMDB. “Eu tenho certeza que o nosso partido está firme e forte para as eleições que virão”, sentencia Garibaldi Alves Filho.

O deputado federal Walter Alves, filho de Garibaldi, foi eleito vice-presidente do partido e reafirmou o discurso do pai sobre a conjuntura nacional e lançou o nome dele à reeleição para o Senado em 2018.

“É um momento difícil não só para o PMDB, mas para todos os partidos e nesse momento não poderia existir um nome melhor pra assumir [a candidatura ao Senado] do que o senador Garibaldi Alves Filho, que se Deus quiser e o povo também, [será] senador de novo em 2018”, ressaltou.

Walter Alves também comentou sobre os resultados das pesquisas prévias para o pleito do ano que vem e garantiu que em todas elas o senador é o mais cotado para reeleição, além de possuir um dos menores índices de rejeição entre a população. Nas eleições de 2010, Garibaldi foi o candidato mais votado no estado para ocupar uma cadeira no Senado Federal, somando mais de 1 milhão de votos, então inédito para o Senado no estado.

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*