Petrobras descobre indícios de óleo em campo do RN

A Petrobras voltou a descobrir indícios de petróleo no campo do Canto do Amaro, em Mossoró – campo que, segundo relatório mais recente da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), tem o maior número de poços produtores do Brasil. O volume descoberto e a relevância para a produção global do estado, porém, ainda são incógnitas.

petrobras

Segundo a Petrobras, ainda serão realizados testes para avaliar a capacidade de produção. Caso os indícios se confirmem, o poço entrará em operação tão logo a companhia receba autorização da ANP. A Petrobras não informou quando entrará com o pedido junto a agência.

Esclareceu, porém, que se trata de uma descoberta de caráter preliminar e que a campanha exploratória continua. “Com a continuidade das atividades exploratórias e análise dos dados coletados, é que será possível avaliar o volume de óleo e declarar ou não a comercialidade da descoberta”, explicou, em nota enviada à TRIBUNA DO NORTE.A descoberta, informou a estatal, através da assessoria de comunicação, “faz parte do esforço exploratório da Petrobras na Bacia Potiguar, que prevê a perfuração de poços em diversos campos distribuídos nos municípios onde a companhia atua”.

Os contratos de concessão de blocos exploratórios firmados com a ANP determinam que qualquer indício de petróleo, gás natural, dentro da área de concessão, seja notificado à ANP, em caráter exclusivo e por escrito, no prazo máximo de 72 horas, como ocorreu. A exigência, informou a estatal, “consta dos contratos-padrão da agência reguladora e é obrigação para todas as empresas concessionárias que operam no Brasil”.

A Agência Nacional de Petróleo foi procurada, mas não comentou a relevância da descoberta para a produção do estado, que depois de registrar queda, voltou a ficar estável – hoje, o estado produz cerca de 70 mil barris por dia.

A agência só divulgou o bloco onde foi feita a descoberta, o poço e a localização do poço. As demais informações, acrescentou a agência, deveriam ser fornecidas pela Petrobras, operadora do campo.

Produção

Segundo a ANP, o campo do Canto do Amaro tem 1.108 poços de um total de 9.050 poços no Brasil, entre marítimos e terrestres. A Petrobras inaugurou em julho a ampliação do sistema de injeção de água no campo, aumentando assim o fator de recuperação do óleo e revertendo o declínio da produção. A Petrobras já investiu, desde 2007, US$ 774 milhões nesse projeto.

O Rio Grande do Norte produziu 58,8 mil barris de petróleo por dia em julho deste ano, segundo relatório mais recente da ANP. O RN foi o terceiro que mais produziu numa lista que incluiu outros nove estados brasileiros. Ficou atrás, em termos de produção, apenas do Rio de Janeiro (1.41 milhão), do Espírito Santo (298 mil) e de São Paulo (77,3 mil barris por dia), e chegou a produzir até sete vezes mais do que o Ceará, último colocado do ranking (8 mil barris/dia).

Fonte: T N

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*