Número de funcionários públicos estaduais diminuiu 11% nos últimos 3 anos

O Rio Grande do Norte teve redução de 11,1% no número de pessoas ocupadas na administração pública direta e indireta entre 2014 e 2017. Os dados estão no Perfil dos Estados Brasileiros 2017 (Estadic), que apresenta os dados da Pesquisa de Informações Básicas Estaduais, respondida pelos governos dos estados e do Distrito Federal, divulgada nesta quinta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2014, de acordo com o estudo, o RN tinha 64 214 pessoas ocupadas na administração direta e indireta. Já em 2017, o número reduziu para 57 063. Os percentuais por Unidade da Federação variavam de 6,8% no Acre a 1,2% no Maranhão e no Ceará.

Enquanto Minas Gerais tinha 0,8% do pessoal da administração direta comissionados e o Paraná tinha 1%, a proporção chegava a 14,9% em Roraima e em 36,9% no Tocantins. Já os trabalhadores sem vínculo permanente eram 32,1% no Espírito Santo, 33,8% em Santa Catarina e 34,1% no Mato Grosso, enquanto em Tocantins e em Pernambuco eram 0,2% e no Rio Grande do Sul apenas 0,1%.

Segundo o IBGE, esta quinta edição do trabalho consolida um “sistema avançado de informações sobre governos, descentralização, federalismo, gestão e políticas públicas no Brasil”.

O órgão esclarece que “para a construção da tabela foram considerados como total, a soma dos quantitativos dos vínculos empregatícios informados”.

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*