Natal está entre as dez capitais brasileiras com risco de infestação com alta incidência de dengue

Foi divulgado anualmente com o objetivo de sensibilizar os gestores e a população na intensificação das ações de controle da dengue no período de outubro a maio no Brasil, que, de maneira geral, corresponde ao intervalo de sazonalidade da doença.
O levantamento aponta o Índice de Infestação Predial-IIP, o qual é a relação expressa em porcentagem entre o número de imóveis com focos do mosquito e o número de imóveis pesquisados e de acordo com o valor obtido se observam os limiares de risco de transmissão de dengue proposto pelo Programa Nacional de Controle da Dengue.
A capital potiguar foi apontada com um das 10 capitais com maior risco de infestação. De acordo com Sílvia Dinara, o LIRAa deve ser utilizado como ferramenta de gestão.
“A prevenção contínua e a responsabilidade no controle da dengue devem ser compartilhadas por todos, reforçando as ações de eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti,que além da dengue, também transmite a febre do Chikungunya, que já possui transmissão autóctone no país nos estados do Amapá, Bahia, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul”.

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*