Ministro do Turismo abre congresso sobre alimentação fora de casa

110815Abrasel_7126PM [640x480]

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, participou da abertura do 27º Congresso Nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, em Brasília. O evento, considerado o mais importante do país sobre alimentação fora do lar, contou também com a presença do ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif, e da ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

110815Abrasel_7161PM [640x480]

O presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, deu destaque para o segmento. “O país subestima a importância econômica e social do turismo, apesar de o setor ser responsável por mais de 3 milhões de empregos. Só o segmento de bares e restaurantes responde por 50% desse total”, afirmou Solmucci.

Em seu discurso de abertura, Henrique Eduardo Alves relembrou pesquisa realizada após a Copa do Mundo com turistas nacionais e internacionais. De acordo com o ministro, a gastronomia foi um dos atrativos que mais contribuiu para tornar satisfatória a experiência do mundial de futebol. “Dos visitantes internacionais, 93% gostaram do que comeram e do atendimento que receberam nos bares e restaurantes do país. O grau de aprovação dos brasileiros foi semelhante – 90%. Ou seja, o setor contribui não só com a geração de empregos e renda, mas também com o bem-estar dos turistas”, destacou Alves.

Henrique Eduardo Alves reforçou a importância da qualificação dos profissionais. Para a Olimpíada, a previsão do ministério é capacitar cerca de 10 mil profissionais, incluindo o segmento de bares e restaurantes. “Tenho marcado para os próximos dias uma conversa com o ministro Levy para tratar do reforço orçamentário ao Ministério do Turismo e um dos itens a serem contemplados é a qualificação. Cabe aos governos ajudar a iniciativa privada na educação desses empregados. Não vamos nos furtar a esse desafio”, concluiu.

O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa falou das mudanças que estão tramitando no Congresso Nacional para proteger os pequenos empreendedores. Atualmente, as micro e pequenas empresas respondem por 07% dos empregos gerados no turismo.

A ministra Kátia Abreu destacou o desafio do Brasil em se tornar uma potência gastronômica. “O país é um dos maiores produtores e exportadores de alimentos do mundo. Precisamos agora transformar nossos alimentos em serviços e o setor de bares e restaurantes é fundamental para ajudar nessa virada”.

Chamada pública – O Ministério do Turismo lançou uma chamada pública que destina três milhões de reais para estados e municípios estimularem o fluxo turístico por meio da gastronomia. Os interessados têm até o próximo dia 18 para apresentarem as propostas.

 

Fotos: Paulino Menezes

Assessoria de Imprensa

Ministério do Turismo

www.turismo.gov.br

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*