Mensalidades de escolas privadas têm aumento para o ano letivo 2014

As escolas particulares anunciaram o aumento no valor da mensalidade para o próximo ano letivo. Os acréscimos variam de 8,3% a 11,87%. O dado foi apresentado pelo Sindicato das Escolas Particulares do Rio Grande do Norte (Sinep-RN). Esta variação se dá de acordo com o perfil de gastos de cada colégio.

A alteração só entrará em vigor a partir do próximo ano letivo, e está prevista na lei 9870. Ela é feita com base em uma planinha, a qual deve ser realizada até 45 dias antes do início das aulas. Nesta tabela as despesas são listadas e a partir deste ponto o percentual final é atingido e repassado para as famílias.

O que mais pesou neste ano, segundo o presidente do Sinep-RN, Alexandre Marinho, foi o reajuste salarial e encargos trabalhistas que abocanhou 70%, e os custos com informática que tiveram um aumento de 12%. Ele destaca que esse aumento poderia ser maior, se não fossem alguns cortes de gastos. “Temos de ver o outro lado também (o dos pais), e apertar aqui, e ali para ter um aumento mais justo”, destaca.

Para o presidente do sindicato, o diferencial continua sendo a qualidade do ensino, pois estes valores resultam em melhor estrutura, e bons professores, como também o cumprimento total do calendário escolar, sem a constante preocupação de greve existente em escolas públicas. “Estamos há vinte anos sem uma greve no sistema privado”, comemora.

Hoje nas escolas privadas existem cerca de 68 mil alunos matriculados e cursando, um aumento de 400 mil em relação ao ano passado. Um meio que tem crescido é o de escolas infantis, principalmente aquelas que dispõem do sistema de semi-internato, quando as crianças passam os dois turnos na escola. Alexandre diz que esta postura das famílias veio depois da PEC das empregadas, a qual torna muito mais cara a manutenção de um profissional em casa com a criança por mais tempo. Ainda assim, com essa crescente, o líder sindical destacou que o mercado está preparado para atender a essa demanda.

Segundo Alexandre Marinho, a procura por novas vagas tem sido bem melhor se comparada ao ano passado, naquele período o aumento no valor das mensalidades chegou a 13,5%. Por outro lado, o número de inadimplentes tem caído nos últimos anos. Ele destacou a existência de uma cultura que nos primeiros meses os pais costumam acumular dívidas, entretanto a partir de outubro ela é sanada. Já o número de pais que tiram os filhos da escola sem saldarem as dívidas varia de 2% a 3%.

Copa altera calendário

O período de matrícula para os novos alunos já está aberto, enquanto isso os já matriculados ainda terminam o ano letivo para realizarem as suas. O ano letivo de 2014 irá começar antecipadamente, no dia 27 de janeiro, pois devido à Copa do Mundo, as férias serão antecipadas, e acontecem no período de 12 a 30 de junho.

Caso seja confirmada a classificação da seleção brasileira para a fase de mata-mata, os alunos deixarão de ter aula nos dias dos jogos, sendo, porém, reposta nos finais de semana. O objetivo é manter os 200 dias letivos para os estudantes.

Fonte: JH

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*