MAIS DE 4 MIL SÃO DEMITIDOS NO RN

A fila do desemprego aumentou no Brasil e também no Rio Grande do Norte. Só o estado eliminou 4.013 vagas com carteira assinada no mês passado, pressionado principalmente por demissões na indústria, na agropecuária e na construção civil.

Os dados são do Ministério do Trabalho e Emprego e foram divulgados ontem.

O total de “cortes” corresponde ao saldo de empregos em fevereiro e é negativo porque o número de demissões (17.648 trabalhadores) superou o de contratações (13.635).

Apesar de o mercado de trabalho potiguar  tradicionalmente encolher nesse período, desde 2009 o estado não registrava demissões com essa força.

O desempenho em fevereiro também vai em direção oposta ao alcançado no ano passado, quando foram criadas 931 vagas com carteira assinada no período – o único resultado positivo para o mês desde que os dados passaram a ser divulgados para o Rio Grande do Norte, no ano 2003.

Este ano, as demissões superaram as contratações  em seis das oito atividades econômicas analisadas no estado, mas atingiram principalmente a indústria e quem trabalhava na “indústria química” – que engloba usinas de álcool e açúcar – e em fábricas têxteis e de vestuário.

A agropecuária também dispensou milhares de trabalhadores. Centenas de outros foram demitidos na construção civil e no comércio. O setor de serviços, que engloba bares, restaurantes e hotéis, entre outras atividades, foi praticamente o único que contratou mais. (Veja os números no quadro).

Só no primeiro bimestre, foram  demitidos 5.122 trabalhadores a mais do que  contratados. Na indústria química, o total de empregos foi reduzido em 30,50% desde dezembro. A entressafra da cana de açúcar é um dos fatores que reduzem vagas no setor. Já em 12 meses, a indústria de calçados foi a que mais reduziu o contingente de trabalhadores: a redução no total de empregados do setor foi de 46,29%.

TN

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*