JUÍZA RESOLVE OUVIR OS CONCURSADOS ANTES DE DECIDIR

02831e48-8bec-47ad-accd-3b89dd915d0c

Nessa manhã do dia 22 de março de 2018, a pedido do advogado JOSÉ ALEXANDRE SOBRINHO, a Juíza da Comarca de Lages recebeu uma comissão formada em defesa dos concursados do Município de Pedro Avelino, os quais estão sendo ameaçados de demissão pela atual Prefeita Neide Suely

893b34ea-034b-4c43-a9ef-f258f9e4475d

A Comissão foi representada pelo Sr. JOÃO BATISTA RAIMUNDO DA COSTA, e contou ainda com a presença dos Vereadores MADURO, ESTÊNIO RUFINO, MARCOS FILHO, GORETE GREGÓRIO e também do Vice-Prefeito NILTON MENDES, onde todos falaram em apoio e defesa dos mais de 30 concursados e familiares que aguardavam a fim da reunião.

A Juiz falou para o advogados e aos presentes á reunião que havia determinada a citação de todos os concursados e não daria nenhum decisão sem antes ouvi-los. Inclusive o advogado JOSÉ ALEXANDRE SOBRINHO pretendendo dar celeridade ao processo, pois consciente do bom direito dos concursados, pediu que todos os presentes já tomassem ciência da citação, assumindo a parir desse ato a defesa de todos.

No ano de 2008 o Município de Pedro Avelino realizou concurso público para provimento de vários cargos, o que se deu em atendimento a uma recomendação do Ministério Público, sendo esse concurso homologado pela Portaria 096/2008, publicada no Diário Oficial do Município em data de 03/11/2008. Referido concurso não recebeu nenhum impugnação ou questionamento acerca de sua idoneidade, sendo assim prorrogado por mais 02(dois) anos em data de 01/11/2010. Realizadas as convocações no prazo de validade do concurso, estão os concursados empossados em seus respectivos cargos há mais 05 (cinco) anos, cuja pretensão de demiti-los teve início nos primeiros meses de gestão da atual Prefeita, a qual mesmo diante das defesas apresentadas e Moção de apoio do Poder Legislativo após grande debate em audiência pública, veio a ajuizar ação com pedido de urgência para afastar esses concursados, cuja decisão só ocorrerá depois de todos serem ouvidos, segundo a Magistrada.
Ao mesmo instante em que a Prefeita luta para demitir os concursados, nomeia pessoas em cargos em comissão sem dar um único dia de expediente e faz contratações sem nenhum critério de seleção, apesar do Ministério Público junto ao TCE já haver opinado que o Processo Seletivo por ela realizado é uma fraude. Tudo isso está mantendo a folha de pagamento na estratosfera, pois ultrapassa os R$ 900.000,00 com as obrigações sociais, o que representa um contrassenso.

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*