Hermano demonstra preocupação com produção científica no RN

Presidente da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social da Assembleia Legislativa do RN, o deputado estadual Hermano Morais (MDB)  se pronunciou nesta quinta-feira (09) durante sessão ordinária sobre a diminuição no orçamento de 2019 para bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado no país.

Ao trazer para o Rio Grande do Norte, a medida anunciada pelo governo federal no último dia 2 tem potencial para atingir 1.609 pesquisadores com bolsas de mestrado e doutorado, vinculados aos programas de pós-graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), além de 1.129 beneficiários dos Programas de Bolsas de Iniciação à Docência à Docência (Pibid) e de Residência pedagógica.

No estado, são 1931 bolsas de mestrado e doutorado, distribuídas entre a UFRN, Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

“As bolsas da Capes também contribuem para inserção dos estudantes das licenciaturas, futuros educadores, nas escolas públicas municipais e estaduais”, disse Hermano.

O Ministro da Educação, Rossieli Soares, reafirmou que as bolsas de estudos de pós-graduação da Capes serão mantidas em 2019.  “Espero que a sanção da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), recentemente aprovada no Congresso Nacional, se mantenha, e que o próximo presidente possa ter sensibilidade de valorização da educação do nosso país”, finalizou o deputado.

 

Assessoria de Imprensa de Hermano Morais

Foto: Eduardo Maia/ALRN

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*