Guias regularizados são o ponto de partida de uma boa viagem: afirma ministro Henrique Alves

010715HenriqueEduardoAlves_3592PM

A realização de uma boa viagem começa, em geral, com o trabalho de um guia de turismo. É ele que apresenta os atrativos ao visitante, que conduz o turista por caminhos inéditos, que relata histórias da região e que constrói, em grande parte, a imagem do destino. “Ter ao lado alguém que trabalha em situação regular é o primeiro passo para garantir um passeio seguro e sem preocupações”, afirma o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves.

Os guias de turismo regularizados devem apresentar o crachá emitido pelo Ministério do Turismo, que comprova o registro no sistema de cadastro oficial, o Cadastur. Pelo site do Cadastur, o turista encontra a listagem de todos os guias cadastrados por categoria, idioma, estado e município em que atua. Os guias registrados estão em acordo com várias exigências que os tornam habilitados a exercer essa profissão, entre elas, a apresentação do certificado do curso de formação.  Tudo isso faz com que ele seja um prestador qualificado para desempenhar o papel.

Atualmente existem mais de 13,2 mil profissionais registrados no Cadastur. Eles são contratados para acompanhar, orientar e informar pessoas ou grupos em visitas e excursões urbanas, municipais, estaduais, interestaduais ou especializadas dentro do território nacional. Além dos guias de turismo, outras atividades são de cadastro obrigatório: as agências de turismo, os meios de hospedagem, as transportadoras turísticas, as organizadoras de eventos, os acampamentos turísticos e os parques temáticos.

Foto: Paulino Menezes

Assessoria de Imprensa

Ministério do turismo

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*