GASTOS DE BRASILEIROS NO EXTERIOR CAEM PELA METADE

Dados do Banco Central revelam recuo nas despesas fora do país. Diferença entre os gastos de brasileiros no exterior e de estrangeiros no Brasil é a menor dos últimos cinco anos

hotel
Via costeira com Praia de Ponta Negra ao fundo, em Natal (RN). Créditos: Divulgação MTur

Darse Júnior

Com o câmbio favorável ao turismo doméstico, o valor desembolsado por brasileiros fora do país em outubro deste ano caiu pela metade se comparado ao mesmo período do ano anterior. De acordo com os dados do Banco Central, os gastos, que em outubro de 2014 chegaram a US$ 2,1 bilhões, este ano foi de US$ 1 bilhão, uma queda de 52,7%,

“Estamos vivendo um momento oportuno para o setor produtivo do turismo doméstico. É a hora de captar esta parcela do mercado consumidor acostumada a viajar pelo mundo”, comentou o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves.

No acumulado do ano, o recuo também é verificado. De janeiro a outubro de 2015, os brasileiros deixaram US$ 15,1 bilhões em destinos internacionais. Em 2014, o montante foi de US$ 21,7 bilhões.

“Estamos falando de US$ 6,6 bilhões, o equivalente a mais de R$ 24 bilhões que não foram gastos no exterior de janeiro a outubro e, se não todo o montante, por conta do cenário econômico adverso, uma parcela significativa poderia movimentar a economia nacional”, reforçou Henrique Alves.

Com o recuo nas despesas, a balança comercial do turismo registrou um déficit de US$ 10,35 bi, o menor nos últimos cinco anos. São US$ 5,5 bi a menos que o déficit acumulado nos dez primeiros meses de 2014 (US$ 15,86 bi). Desde 2003, os únicos anos em que a balança comercial do turismo ficou superavitária foram 2003 e 2004, quando o dólar oscilou em média em R$ 3. 

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*