Filha e assessores de Henrique Alves são indiciados por corrupção passiva, organização e associação criminosa

A Polícia Federa indiciou os assessore e a filha de Henrique Eduardo Alves na Operação Lavat.

Aluizio Dutra, Herman Ledebour, Norton Domingues, José Geraldo, Paula Maria da Silva, Paulo José Rodrigues e Andressa Azambuja foram indiciados por associação criminosa, corrupção passiva e organização criminosa.

As tipificações foram as seguintes: por corrupção passiva e organização criminosa foram indiciado Aluizio Dutra, Norton Masera, Hermann Ledebour e José Geraldo Fonseca.

Eles são acusados de participar do suposto esquema de desvios públicos cujo líder seria Henrique Alves.

Por associação criminosa foram indiciados a filha, Andressa, acusada de supostamente ocultar dinheiro de origem ilícita, Paulo José Rodrigues e Paula Maria da Silva, empregado de Alves e despachante de Aluízio, respectivamente.

Caberá agora ao MPF decidir se denuncia o grupo.

As penas para os crimes indicados variam de 4 a 12 anos de prisão.

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*