Exclusivo: Klauss Rêgo tem seus bens bloqueados por improbidade administrativa

fb44fbeb325e7b18fe573619415daf99_400-700

O ex-prefeito de Extremoz Klauss Francisco Toquarto Rêgo teve seus bens bloqueados pela Advocacia-Geral da união por não prestar contas da verba recebida do FNDE (Fundo Nacional da Educação), os recursos foram repassados por meio do Proinfância e deveriam ter sido usados para melhoria da infraestrutura da rede de ensino. Mais de R$ 1,8 milhões foram bloqueados, a Advocacia-Geral da União explica que além de não ter comprovado o uso regular dos recursos a obra sequer foi concluída, o que constitui ato de improbidade administrativa que é o ato ilegal ou contrário aos princípios básicos da Administração Pública.

As informações são do site “Consultor Jurídico”.

Fonte: pnextremoz

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*