Estado registra 39º ataque a banco

PA292352 [640x480]

Preocupados com as constantes ações de bandidos contra agências bancárias e caixas eletrônicos, sobretudo com o uso de explosivos, representantes do setor de inteligência da Secretaria de Segurança Pública; as polícias Militar, Civil, Federal; e até o Exército, se reuniram na manhã de ontem para tratar do assunto e discutir medidas que inibam a ação dessas quadrilhas. Durante a madrugada de ontem, o Rio Grande do Norte registro o 39º ataque a agência bancária, o 15º com uso de explosivos, segundo informações da PM. A ação foi na cidade de Guamaré, distante 165 quilômetros de Natal.

A cidade foi invadida e teve a agência do Banco do Brasil destruída pela dinamite usada pelos assaltantes. Este ano, o registro de ocorrências com uso de dinamite já supera em seis, o total do ano passado, que chegou a nove. De acordo com o comandante geral da PM, coronel Francisco Araújo, o constante uso dessa técnica vem preocupando as autoridades da segurança pública, até mesmo as Forças Armadas. “Nos reunimos com Exército, com as outras polícias com o intuito de discutir medidas que garantam a segurança nos bancos e para a população”, afirmou.

Mas o aumento dos índices não fica apenas quanto ao uso dos explosivos. De um modo geral, os números registrados neste ano já ultrapassam os de 2012, que teria contabilizado 26 ataques de quadrilhas de assalto a banco, sendo nove com explosivos. O uso de maçarico foi preferência em 20 das ações criminosas, contra 15 em 2012.

Além disso, neste ano, em dois casos as quadrilhas preferiram usar outras ferramentas, como equipamentos eletrônicos que desbloqueassem o sistema de segurança da agência ou do caixa eletrônico, uma técnica relativamente nova, já que no ano anterior a PM não contabilizou ocorrências do tipo. Ainda em 2013, duas ocorrências foram registradas com os bandidos usando de violência, como cárcere  de funcionários dentro das agências, o mesmo número do ano passado.

Mesmo assim, com a crescente ação contra unidades bancárias,  coronel Araújo destaca que o RN ainda é o Estado que apresenta o menor índice de ocorrências em toda a região Nordeste. Só neste ano, o Ceará registrou quase 80 ataques. “Por mais que tenhamos essas ocorrências, ainda somos o Estado com o menor índice do Nordeste. Isso muito em virtude das ações que fazemos em conjunto com as outras polícias”, comentou o comandante.

Segundo o secretário de Segurança do RN, Aldair da Rocha, o grande número de grupos que atua na região atrapalha as investigações e  prisões. Ele destacou a prisão recente de integrantes de uma quadrilha de assaltantes de bancos. “O trabalho está sendo feito, quadrilhas estão sendo presas, inclusive como aconteceu em Mossoró, quando sete integrantes de um grupo que atuava em outros estados foram presos”, destacou. A prisão foi no último dia 18.

Quinze homens invadiram cidade e explodiram BB

A agência do Banco do Brasil de Guamaré, distante 165 km de Natal, foi alvo de criminosos na madrugada de ontem. Por volta de 3h30, segundo a Polícia Militar, de 15 homens invadiram a cidade e explodiram o prédio. Houve troca de tiros com os policiais.

“Uns 15 homens atacaram o posto da guarda, o banco e depois fugiram. A equipe está em diligência”, disse o subcomandante do policiamento do interior, tenente-coronel Lenildo Sena. Bem armada, a quadrilha teria chegado em dois veículos, já atirando contra os policiais. Uma viatura e a base da PM foram metralhados.

Enquanto um grupo distraia os PMs, outro usava dinamite dentro da agência. Após as explosões (teriam sido ouvidas três), o bando fugiu. Não foi confirmado o valor levado. Ninguém se feriu na ação. A polícia encontrou, perto de Jandaíra, os veículos usados na fuga – um Gol e um Doblò. O Gol foi foi achado incendiado e dentro do  Dobló estavam bananas de dinamite.

Bate papo

Aldair da Rocha, Titular da Sesed

Há algum trabalho de inteligência por parte das polícias para prender essas quadrilhas?

“Infelizmente esse tipo de ocorrência vem acontecendo no interior aqui dos estados do Nordeste, no Centro-Oeste e até do Sudeste, é um problema no Brasil todo. Nós temos trabalhado com o setor de inteligência da Secretaria de Segurança Pública, com os nossos estados vizinhos que sofrem o mesmo problema. São quadrilhas, na verdade, interestaduais e isso depende de uma atuação mais firme da polícia judiciária e também do policiamento ostensivo. No interior estamos trabalhando com o GTO, que é o tático operacional da PM, mas infelizmente o número de assaltos tem aumentado apesar do nosso esforço”

Por que é tão difícil conseguir pegar essas quadrilhas?

“Primeiro porque são inúmeras as quadrilhas, várias agindo ao mesmo tempo; e o sistema de segurança, infelizmente não está presente em todos os lugares ao mesmo tempo. Mas o trabalho está sendo feito, quadrilhas estão sendo presas, inclusive como aconteceu há 15 dias, em Mossoró, quando sete integrantes de um grupo que atuava em outros estados foram presos. Assim funciona: a polícia tantando caçar esses bandidos. Isso acontece no RN, mas em todo o país a situação é a mesma”

Existe algum trabalho em parceira com outros estados?

“Temos a Delegacia de Combate ao Crime Organizado e também a inteligência da Sesed que tem feito esse contato com os estados vizinhos e trocado informações, o que tem dado resultado. Muitas vezes uma quadrilha não é presa aqui no RN, mas é pega na Paraíba, no Ceará, enfim, existe uma troca de informações permanente com nossos vizinhos”

Principais ocorrências

Fevereiro
Homens armados renderam o vigilante do prédio onde funciona o Idema (Avenida Nascimento de Castro) e utilizaram maçarico para arrombar um terminal do BB.

Abril
Quatro homens armados arrombaram um caixa eletrônico da Caixa Econômica de um shopping de artesanato localizado na Praia de Areia Preta, na zona Leste de Natal, e levaram praticamente todo o dinheiro.

Quadrilha invadiu o Centro Administrativo do Governo do Estado e arrombou três terminais do BB, na sede da Secretaria de Educação e da Cultura (Seec).

Três homens armados invadiram a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e arrombaram um caixa eletrônico do BB, localizado no prédio da Reitoria da instituição. O dinheiro que estava disponível no terminal foi levado.

Maio
Um trio arrombou um caixa eletrônico do BB, em uma galeria de lojas em Lagoa Nova, nas proximidades do cruzamento entre as avenidas Prudente de Morais e Amintas Barros.

Setembro
Homens armados invadiram a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), no Centro Administrativo,  para saquear um terminal eletrônico do BB.  Eles não conseguiram roubar o dinheiro do caixa, mas levaram o HD do setor de monitoramento.

Fonte: texto TN Foto Águas de Maré

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*