Escuridão e insegurança na passarela do Forte afastam natalenses em noite de réveillon

A passarela do Forte dos Reis Magos é, certamente, um dos locais privilegiados para acompanhar a queima de fogos na Ponte Newton Navarro em Natal. Quiçá o melhor! Porém, a escuridão é total. O local está deserto e todo o acesso até o Forte, desde a ponte, está completamente apagado. Além da insegurança, um lugar a menos para prestigiar o réveillon da capital potiguar.

ponte

A passarela do Forte dos Reis Magos é, certamente, um dos locais privilegiados para acompanhar a queima de fogos na Ponte Newton Navarro em Natal. Quiçá o melhor! Porém, a escuridão é total. O local está deserto e todo o acesso até o Forte, desde a ponte, está completamente apagado. Além da insegurança, um lugar a menos para prestigiar o réveillon da capital potiguar.

“Faz mais de um mês que esses postes estão apagados, o pessoal rouba os fios”, disse o policial militar que faz a ronda na Praia do Meio. Ele informou que “faltou planejamento e que pouco efetivo foi escalado para o extra”. O PM, que preferiu não ser identificado, disse que contou “três motos da Rocam, três policiais femininas, mais a patrulha normal”.

Responsável pelo patrulhamento na Praia do Meio, o Tenente Nicolas listou que há um “reforço fixo” do BPChoque, da Cavalaria e do CPFem. “A Rocam vai ficar circulando onde tem festa”, esclarece. Destacou que o movimento está tranquilo e que não foram registradas ocorrências.

Pelo terceiro ano consecutivo a família de Maria José Peixoto, 63, “até o dia 19 de janeiro”, ressalta, veio com a família ver os fogos do Forte. “Este ano está abandonado como nunca. Assustador! Da outra vez tinha um movimento nos quiosques, mas hoje nem isso!”. Maria José é mãe da jornalista Maria Betânia Monteiro e avó de Brunna, 10 anos. “Vamos ficar, mesmo no escuro”, garantem.

Fonte: TN

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*