Durante cerca de 40 minutos o presidente comentou as pesquisas que o destacam na corrida presidencial, ironizou comentário do ex-presidente FHC acerca desses levantamentos – “tenho certeza que se ele aparecesse na frente ele não criticaria” – e criticou o processo de delações premiadas – “o sujeito é condenado há mais de 30 anos e aí resolver fazer uma delação”. Segundo presidente, se fosse dado a Fernandinho Beira-Mar oportunidade de fazer delação, ele diria que os crimes todos foram praticados pela mãe dele”.

O ex-presidente falou ainda sobre transposição, a relação com Antonio Palocci e Dilma e sobre o Nordeste.

Novo Jorna