ARRECADAÇÃO DO RN É DESTAQUE NA FOLHA DE SÃO PAULO

 imposto

Apesar da crise, Estados ampliam arrecadação com reajustes de energia” trata sobre o reflexo dos reajustes nos preços dos combustíveis e energia elétrica na arrecadação dos Estados brasileiros, no primeiro quadrimestre de 2015.

O Rio Grande do Norte destacou-se por ter sido o 1º lugar no Nordeste e o 2º no país no crescimento da arrecadação das receitas próprias. Apesar da forte crise econômica, a arrecadação do RN cresceu 22,05% no período, segundo mostra a Folha. Para o Secretário da Tributação do RN, André Horta, o sucesso no levantamento apresentado não é fruto apenas dos reajustes nos preços administrados de energia elétrica, o setor de energia é apenas o quinto item em importância no ICMS Estado. É preciso creditar ao forte trabalho de combate à sonegação fiscal e à concorrência desleal que está sendo realizado pela SET. “A arrecadação do ICMS, IPVA e ITCD, representa hoje 63% das receitas próprias do RN. O combate à sonegação fiscal com a reestruturação da fiscalização no trânsito das mercadorias, a ampliação e as intervenções no gerenciamento de dados dos contribuintes traduzem uma possibilidade maior de sucesso nas fiscalizações de estabelecimentos, aliados a um planejamento das ações direcionado às áreas estratégicas de arrecadação, investimentos em capacitação do quadro funcional (já se realizaram quatro cursos nesse semestre) são outros fatores que, além daqueles citados na matéria da Folha de São Paulo, têm contribuído decisivamente para que, apesar da crise econômica, não haja recuo na arrecadação estadual”, destaca André.

 

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*