Após santificação dos mártires brasileiros, município do RN se prepara para o turismo religioso

São Gonçalo do Amarante realiza parcerias para divulgar destino e atrair fiéis e peregrinos.

whatsapp-image-2017-10-27-at-11.30.34

quarta maior cidade do Rio Grande do Norte, São Gonçalo do Amarante se prepara para se tornar um dos destinos turísticos e religiosos mais procurados do Brasil. Após os santificação dos mártires de Cunhaú e Uruaçu, pelo Papa Francisco, no Vaticano, o Município trabalha um plano de mídia para atrair católicos de todo o Brasil e do mundo.

Segundo a prefeitura do município, que fica na região metropolitana de Natal, o trabalho de divulgação será realizado inicialmente nos polos emissores diretos: dioceses de todo o país. Para tanto, a cidade fez uma parceria com a Arquidiocese de Natal, que está articulando uma ação nacional.

Outra frente de divulgação será com o consórcio Inframérica, que administra o Aeroporto Internacional localizado no município. A empresa, que administra 54 terminais na América Latina e Europa, vai divulgar o destino nesses aeroportos.

Para conseguir atender à demanda turística, o prefeito Paulo Emídio diz que a população será qualificada. De acordo com ele, os comerciantes do pólo gastronômico, que tem como carro-chefe pratos à base de camarão, passarão por cursos e treinamentos. O poder executivo municipal também vem fazendo cursos de guia turístico dirigidos principalmente a jovens para trabalhar no santuário já existente, o Monumento dos Mártires, que poderá ser ampliado em breve para receber público maior, informou o poder o Executivo municipal.

“A prefeitura vem buscando parcerias junto aos governos estadual e federal para viabilizar um projeto arquitetônico estimado em mais de R$ 50 milhões, para a construção de um complexo religioso, com basílica, centro comercial de artesanatos (a cidade é conhecida como Berço da Cultura Popular potiguar) e alimentos, além de pousadas, o que permitiria a recepção de grandes grupos de romeiros, nos mesmos moldes dos maiores santuários brasileiros, que recebem milhares de fiéis anualmente”, informou em nota.

O equipamento deve ser instalado numa área de mais de 7 hectares, vizinha ao monumento que existe atualmente na comunidade de Uruaçú, projetado pelo arquiteto Francisco Soares Junior e inaugurado em dezembro de 2000. O santuário já chegou a receber público próximo aos 100 mil fiéis em dias festivos, como é o caso do dia 3 de outubro, quando os potiguares celebram os Mártires de Uruaçu e Cunhaú.

G1/RN

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*