Após nova medição, Barragem Armando Ribeiro retorna ao volume morto

1e926cb4665c94ac39b739844cd893b7

A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves retornou ao volume morto. A informação foi divulgada pelo Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) após medição realizada nesta sexta-feira, 23.

Segundo o órgão, a cota volumétrica do principal reservatório de águas do estado chegou a 34,97. Ela está abaixo da marca de 35m que delimita a situação de volume morto.

No último dia 6 a barragem havia saído do volume morto. Na oportunidade, a medição foi de 35,03m com as chuvas que caíram na região no período.

Isto não quer dizer que a barragem entrou em colapso, mas sim que a saída de água pela válvula dispersora começou a diminuir naturalmente. Ou seja, o volume de água que sai dela para o Rio Acu está diminuindo gradativamente.

Neste primeiro momento, os abastecimentos das cidades que recebem água vinda da Armando Ribeiro Gonçalves não serão afetados. “Entrando em volume morto a Barragem ainda tem 283 milhões de metros cúbicos de água, suficiente para abastecimento das cidades que recebem suas águas por muito tempo. O problema é que começa a haver dificuldades de captação de água”, explica o diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso.

O Igarn continuará realizando o monitoramento cotidiano do volume da barragem visando possuir informações precisas sobre a situação do manancial. Somente caso o período de estiagem permaneça e o nível do reservatório continue reduzindo é que poderá vir a existir impacto nos abastecimentos dos municípios potiguares.

A Barragem Armando Ribeiro abastece 35 municípios potiguares.

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*