Aeroporto do RN atrai novos voos

Após cinco meses de operações, o Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, começa os primeiros sinais de expansão: a Agência Nacional de Aviação Civil autorizou a operação de oito novos voos para o aeroporto a partir de hoje. Começam a operar neste sábado (1º) novos voos para Guarulhos e Campinas (SP), Galeão (RJ) por meio da Gol, e, em 22 de dezembro, mais dois por meio da Azul Linhas Aéreas para Belém (PA), São Luís (MA) e Fortaleza (CE). Além dos voos domésticos, o Consórcio Inframérica prevê a chegada de pelo menos 200 voos charters ao aeroporto durante a alta estação.

aviao

Desde o início das operações, o aeroporto recebeu pouco mais de 744 mil passageiros domésticos e 29 mil internacionais, segundo dados disponibilizados pelo consórcio. A movimentação mensal, em torno de 200 mil passageiros, se mantém na média do antigo aeroporto, em Parnamirim. A atração de novos voos, segundo o Consórcio Inframérica – gestor do aeroporto pelos próximos 25 anos – é um processo demorado. “Este é um processo longo, demorado, de convencimento de companhias aéreas, de oportunidades de turismo  ou de voos de cargas. E nós estamos trabalhando arduamente para isso. Agora teremos o verão, com estimativa de pelo menos 200 novos voos para o período, em breve devemos ter mais notícias positivas”, afirma Alysson Paolinelli, CEO do consórcio.

saiba mais

Entretanto, a decolagem ainda depende da redução da cobrança da alíquota do ICMS sobre o querosene de aviação, hoje em 17% no RN. “(É um fator que) continua pesando. Vamos, no pós-eleições, ter que tratar com o próximo governo, avaliar todas as situações. E continuo dizendo que se o Estado quiser aumentar a quantidade de voo, diminuir o valor de tarifa, aumentar a oportunidade de turismo usando as companhias aéreas e o aeroporto como meio de desenvolvimento disto, é preciso discutir e ajudar. Nós temos total interesse me fortalecer a malha aérea doméstica de Natal. E quanto mais a gente demora, mais a concorrência passa na frente, então precisamos acelerar esse processo”, pontua.

Nesta semana, o aeroporto despontou em uma pesquisa da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) como aeroporto melhor avaliado entre os passageiros brasileiros, com nota de 4,14 de 5.  Foram avaliados 15 aeroportos do país. Entre os fatores apontados como positivos no aeroporto do RN estavam facilidade de acesso da informação, conexões, qualidade de internet e limpeza. O aeroporto caiu para segundo lugar no ranking quando foram avaliados disponibilidade de carrinhos de bagagem, cordialidade de funcionários, proteção e segurança e disponibilidade de assentos na área de embarque.

Paolinelli não credita a avaliação da SAC ao modelo de negócio do aeroporto – primeiro do país a ser inteiramente concedido à iniciativa privada. “Essa é a consequência natural do projeto de um novo aeroporto. Nós estamos confirmando esse sucesso  desde a abertura até hoje, e a pesquisa vem confirmar esse posicionamento. Isso comprova que quando o passageiro avalia os 46 itens listados na pesquisa da SAC que o projeto é um sucesso, adequado para o estado e para a região”, salienta.

TN

 

 

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*