Abraão Lincoln destitui Raniere do PRB e é acusado de perseguição

Vereador natalense critica decisão da cúpula e admite deixar a legenda

abraão

O presidente do diretório estadual do PRB no Rio Grande do Norte, Abraão Lincoln, que preside a Confederação Nacional de Pescadores e Aquicultores (CNPA), destituiu o diretório municipal do PRB em Natal, alijando da função de presidente o secretário de Serviços Urbanos da Prefeitura de Natal, vereador licenciado Raniere Barbosa. Abraão Lincoln, que também é vice-presidente da Força Sindical Nacional, enviou ofício eletrônico ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) oficializando a mudança. Ele nomeou o pastor Valdir Trindade, atual suplente de deputado estadual e que já presidiu o PRB, para presidir a legenda em Natal, tendo como vice o vereador Junior Grafith.

Sem apontar objetivamente as motivações do ato, Abraão disse que não era “refém de ninguém”, no que seria uma crítica indireta a Raniere Barbosa, que desde o início desde ano administra a Secretaria de Serviços Urbanos de Natal. “O nosso partido não é refém de ninguém. Não somos uma legenda de aluguel. Temos programa. Trabalhamos com base em princípios. Valorizamos quem é da casa. Valorizamos os filiados ao PRB. E exigimos respeito”, disse Abraão Lincoln após confirmar a mudança.

Raniere Barbosa, por sua vez, se disse surpreendido a apontou perseguição como motivação da sua destituição. “Ele veio me pedir para agregar um caminhão pipa para um eleitor dele, e eu disse que não podia atender e ele ficou chateado porque a forma dele fazer política é utilizando-se de moeda de troca, e aqui na Secretaria não é assim que funciona. Minha forma de fazer política é republicana, sempre defendendo o interesse público e o coletivo da população”, disse o auxiliar do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT).

“O que posso afirmar para a sociedade natalense é que entrei para o PRB em 10 de setembro de 2007, quando o PRB era ainda um partido nanico, muito pequeno. Na eleição de 2008, eu fui o que mais filiou militantes à legenda, segundo o próprio TRE. Em 2012, na minha reeleição, o PRB também foi o que mais filiou militantes. Entretanto, o PRB é um partido que só me deu a legenda, nunca me ajudou em nada, nunca me deu estrutura financeira, nada. Sou eu, por exemplo, que mantenho a contabilidade do partido e faço a prestação de contas. Então hoje sou surpreendido pelo presidente estadual, que é um personalista, com essa destituição”, relatou Raniere Barbosa ao Jornal de Hoje.

Raniere Barbosa disse que, diante da postura do PRB no Rio Grande do Norte, se sente perseguido. “Estamos incompatíveis, me sinto perseguido, a começar que a direção nacional entregou a direção estadual a ele, e nunca me chamou para participar de nenhuma convenção. Mesmo eu sendo o maior eleitor do partido no Estado, nunca fui prestigiado em absolutamente nada, apesar de carregar a bandeira do partido aqui”.

Ainda segundo o secretário Raniere Barbosa, a entrega do PRB a Abrão Lincoln teve como motivador o fato de o presidente nacional, Marcelo Crivela, ser o ministro da Pesca e Abraão, presidente da CNPA. “Infelizmente o ministro Crivela tinha interesse político por ser ministro da Pesca, e Abraão, como presidente do Sindicato da Pesca, foi contemplado. No entanto, Abraão é mesmo militante assumido do PMDB. Em Natal, nunca fez nenhuma filiação ao PRB. Enquanto eu coloquei mais de 10 mil pessoas no partido só em Natal”.

Raniere Barbosa concluiu afirmando que vai preparar juridicamente sua defesa para deixar o PRB após sua destituição da legenda. “Vou preparar juridicamente a minha saída do partido, porque fui destituído e porque o partido não me quer. Vou pedir o afastamento e procurar um partido que possa agregar minha militância e trabalho que tenho feito por Natal, enquanto vereador e secretário municipal de Serviços Urbanos”.

Raniere disse, por fim, considerar que o PRB não agiu corretamente, e que, sem querer ser prepotente, a legenda perde com sua saída. “Acho que o partido não agiu correto comigo, mas perdeu sua principal bandeira. Não quero ser prepotente, mas é lamentável a atitude autoritarista do presidente estadual, que respeitarei, mas não ficarei mais no partido”.

Fonte: JH

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*